Primeiro dia sem ela

Hoje a Elis voltou a trabalhar depois de 6 meses comigo em casa. Quando chegou a hora de ela ir me deu uma angustia tão grande e uma vontade de agarrar ela pelas pernas, como se eu fosse uma criança de 5 anos deixada na creche pela primeira vez gritando não vaiii, não me deixa aqui, eu preciso de você! Juro para vocês.

Tentei respirar fundo e mostrar para ela que eu estava bem, serena e tranquila para que ela ficasse também! Afinal era tão difícil para ela quanto para mim. Depois de mil beijos, mil Eu te amo (só para ela não esquecer), com o barulhinho da fechadura fechando ela se foi… Boa sorte, meu amor!

Sozinha (ou tão sozinha como você pode estar na companhia de quatro gatas e um cachorro) a primeira coisa que eu pensei foi: vou limpar essa casa toda e tomar um banho e começar a trabalhar, assim quando ela chegar não terá que fazer nada e teremos mais tempo juntas! Uhuu! E enquanto limpava a casa meu pensamento foi longe…

Pensando em como é bom estar em uma relação onde as duas pessoas se ajudam e se preocupam e cuidam uma da outra acima de tudo.

Naquela manhã uma amiga me mandou uns 50 áudios, entre conversas e desabafos ela me contou da angústia dela em morar com alguém que não ajuda em casa, que larga tudo pelo chão porque não teve tempo de guardar, que prioriza a TV ou um joguinho ao bem estar dela e eu fiquei pensando em quantas mulheres vivem esse pesadelo tendo de ser mãe, cozinheira e empregada de suas companheiras ou companheiros.

Eu já vivi isso, e sei o quanto é desgastante morar com alguém que acha que não tem a obrigação de fazer nada, por mais que suje tanto quanto você, por mais que durma sob o mesmo teto, por mais que também precise comer e por mais que utilize aquele espaço que é a casa de vocês, tanto quanto você.

Mas mesmo assim essa infeliz pessoa não faz nada porque sabe que mesmo se não fizer o outro faz, sim eles ainda têm a sorte de achar alguém que valorize uma casa limpa e uma refeição feita com gosto! Viver em casal não é fácil como nos filmes, então ajude não porque te pedem para ajudar, porque antes de tudo não é ajuda é apenas a sua parte e isso é o mínimo e não merece medalha ou parabéns de ninguém, ok?

Hoje eu dou graças a Deus por estar em um relacionamento com uma pessoa que valoriza tudo que eu faço e me ajuda sem eu sequer precisar pedir e entende quando eu não posso. Elis chegando vamos fazer a janta juntas, porque aqui em casa é assim! Todos os momentos são nossos momentos, sempre uma chance a mais de fazer uma a outra feliz e sermos gratas pelo nosso amor!

17990937_1318319678256348_6979131819368064180_n

18034344_1318319274923055_4973308969008882268_n

 

Anúncios

3 comentários sobre “Primeiro dia sem ela

  1. Verdade Ana! Viver em dois não é fácil, e tem gente que acha que está em um hotel, né? Muito bom quando encontramos alguém que valorize as pequenas coisas. Dá mais e mais vontade de estar sempre agradando, né?
    Beijos meninas! ❤

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s