Complexo de xuxuzinha

Não sei dizer direitinho como foi que tudo começou, nem eu e nem a Ana sabemos com precisão… Mas foi lá no comecinho, em algum momento, em algum lugar, ela me chamou de xuxu. E para ser sincera, ninguém nunca me chamou assim antes.

Depois de um tempo comecei a acompanhar a Ana nos ensaios e me acostumei a ouvir tantas vezes aquele “xuxu me traz a outra lente” ou “xuxu pega o flash por favor”, ou ainda “você está bem xuxuzinha?” (esse último em 90% dos casos acompanhado de um cafuné discreto, porém gostoso).

Ela já deveria saber que estar do lado dela é o que me faz mais bem.

Mas a coisa ficou séria faz uns três meses, na época da nossa mudança para esse novo apê. O pai da Ana passou a semana com a gente nos ajudando com tudo, em consequência acho que mais do que qualquer amigo ou cliente ele foi exposto a uma chuva torrencial de “xuxus” pra lá e mais “xuxus” pra cá. Então dá para entender porque depois de nos ajudar a deixar o antigo apartamento pronto para entrega ele soltou para a Ana um: “xuxu vai gostar de como isso aqui ficou!”

Aí chega a parte maluca e controversa da história. Pois o mundo parece dividido entre dois tipos de pessoas. Os que apreciam xuxus e os que não.

Por exemplo, teve o ensaio da Andreia, até já escrevi sobre esse dia aqui, e como de costume em certo momento a Ana me chamou de xuxu e a filha da Andreia, a Nani ficou toda “ohhh como eu queria ter um apelido fofinho que meu namorado me chamasse também!”

Mas teve esse outro dia onde um casal de amigos estava aqui em casa e quando ouviram a Ana me chamar de xuxu entraram em debate. Ela dizia que xuxu era muito sem graça e também sem gosto, um apelido muito indigno para o amor da sua vida. Ele dizia para a Ana não dar bola, não ouvir esses absurdos e continuar a me nomear xuxuzinha porque sim. Nós por vez, não tomamos partido.

Outro dia desses enquanto eu lavava a louça e a Ana conversava com a mãe dela no viva-voz ouvi minha futura sogra falar com toda naturalidade e domínio de si: “E o xuxu, está bem?”

E para finalizar vamos falar da Oktoberfest, lá estava eu voltando triunfante com meu chope de vinho depois de enfrentar filas sem fim, quando encontro a Ana no meio da multidão acompanhada de um amigo. “Essa é a…” Nesse momento ele interrompe a Ana me abraça e diz: “Já sei, é a sua xuxuzinha, já vi as fotos de vocês”.

Isso é diferente, isso é legal e é engraçado, porque no fim das contas, eu não gosto de xuxu! Mas adoro ser dela e essa é a parte importante. Então ser a xuxu é muito bom! Seja na casa da família da Ana onde pai, mãe, irmã e afilhado me chamam assim, seja com os clientes que soltam uns “vem cá tomar café com a gente xuxu”, seja com os nossos amigos que não perdem a chance de debater ou se divertir com a situação…

É oficial, sou a xuxuzinha da Ana.

aaaaaaaaaaaaa

Anúncios

Um comentário sobre “Complexo de xuxuzinha

  1. ❤ Que saudade desta xuxu lindona! Eu tive uma época da vida que tinha costume de chamar pessoas de xuxu, e aí chamei o colega da estamparia de xuxu sem qualquer maldade, mas os meninos da estamparia não deixavam escapar uma. Minutos depois chega o moço (que era um rapaz negro) e me pergunta: "Posso ser o seu xuxu queimado?" xDDDDDDDD Ai gente eu ri na cara dele porque neeeee hahahahahahaha nem sei o que dizer… ;_;
    Adorei o post suas lindas! ❤ Bjs

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s