A sombrinha amarela

Minha quinta-feira não foi nada fácil. Foi um daqueles dias longos e cansativos, cheios de problemas que cansaram meu psicológico, sugaram minhas energias, me nocautearam a ponto de no meio da tarde ao atender o telefone não lembrar meu próprio nome. Sim, isso mesmo. Mas não se preocupem, já lembrei. Elis, né?

Tudo que eu queria era sumir, dormir umas 30 horas sem interrupção, mergulhar em uma piscina de café, incinerar uma ou duas pessoas, talvez todas essas coisas e provavelmente ao mesmo tempo. Contei para vocês que estava chovendo e eu não tinha sombrinha na saída do meu trabalho? Pois é…

Mas lá estava ela. 1,78 de paz à minha espera. (Minha salvação.)

Ela e sua sombrinha amarela, haha… Resolvi deixar pra lá todos problemas, tirar da cabeça tudo que estivesse me incomodando. Naquele momento até a chuva tinha aquele toque romântico meio cliche. Me encontrei naquele olhar, naquele abraço, naquele calor tão familiar.

Poucas vezes na vida temos exatamente aquilo que desejamos. Poucas vezes vivemos nossos sonhos, e isso é tão bom que dá até medo.

Chegamos em casa, mas antes passamos no mercado para comprar pão de trigo e banana. Somos fãs devotas de Gilmore girls, faríamos de tudo para em um universo paralelo servir café acompanhado de pãozinho com banana frita para Lorelai e Rory! Aposto que elas iriam gostar. E assim seguiu nossa noite, nossa vida, nosso amor. E a vida é boa, o barulhinho da chuva na janela me acalma, eu só preciso dela.

guarda-chuva-amarelo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s