Dos meus motivos

Quando paro para pensar nos motivos para amar uma pessoa mil ideias me ocorrem. Juro que não estou exagerando. Você talvez nunca tenha pensado nisso, mas vai acabar concordando comigo, que a gente encontra o amor nos pequenos detalhes, no espaço de segundos, nos momentos não ensaiados da vida. Você ama enquanto divide um café no sofá depois de um dia difícil, você ama quando caminha lado a lado debaixo da mesma sombrinha fugindo daquela chuva de outono, você ama quando sua mão busca aquela outra mão para não mais soltar, você ama quando a última colherada daquela sobremesa a dois é sua, você ama quando o abraço chega apertado e até o tempo congela, porque nada mais importa. Exceto o quanto você ama. Amamos pelos clichés… Passamos uma vida encontrando-os em filmes, novelas e livros. Passamos uma vida desacreditando-os. E um dia encontramos uma pessoa que muda tudo, vira nosso mundo de cabeça para baixo. E pela primeira vez sabemos que esse é o melhor jeito de amar. Porque pela primeira vez temos a certeza que aquela é a pessoa que queremos amar por todos os clichés absurdos, até o resto de nossas vidas.

Porque viver sem ela, não valeria a pena.

10930925_978738358881150_3036511445201449838_n

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s